25 junho 2013

Coração Leve



"Na verdade, porém, perdoar não significa que precisa fingir que não se lembra do fato ocorrido. Ninguém poderia perdoar se perdão significasse isso. Perdoar significa que você abre mão. Abre mão da amargura e do desejo de vingança." - Tom Holladay.

Incrível, não é? Quando li essa frase, o mundo até pareceu mais colorido. Antes disso, achava que perdão era esquecer completamente o que havia acontecido. Tipo assim, não lembrar nadica de nada do que acontecera. E como isso não acontece, me sentia a pior pessoa do universo. Porque, pensemos bem, se perdoar alguém fosse esquecer o que ela fizera, ninguém nunca perdoou ninguém. Não tem como esquecer de algo, assim, da noite pro dia. Concorda? A não ser que você tenha batido a cabeça ou alienígenas tenham apagado a sua mente. 
Mas não. Nenhum alienígena fez isso. Você também não bateu a cabeça. E isso significa que talvez você ainda lembre do que te magoou. Mas quer saber a diferença? 
Uma vez me contaram a seguinte história: Minha tia encostou a mão no ferro, e ficou uma marca na mão dela. Todos os dias ela colocava o dedinho ali, para ver se já tinha melhorado. Sabe do que mais? A ferida só piorava. Um dia ela parou de futucar, e com o passar do tempo, melhorou. Mas a marca da ferida ainda estava lá. Só que não doía mais. 
O perdão é assim também. É ter a marca, mas saber que não dói mais. Aquilo já passou, a cicatriz ainda está ali - pra te lembrar de uma lição talvez. 
Perdoar é ter o esforço de entender que a mágoa só machuca quem continua colocando o dedo na ferida. O melhor de tudo é ter o coração leve, sabendo que você já fez a sua parte - decidir não futucar mais.

"Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados."     (I Pedro 4.8)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".