01 novembro 2009

Drogas na adolescência


Muitos jovens se designam as drogas por diversos motivos. Vejo que a maioria dos meus amigos que usam ou já usaram dizem como motivo o fato de não terem um bom relacionamento com os pais, que para se vingar fazem o seu uso.
Todos nós têmos um vazio dentro de nós, mas infelizmente alguns não sabem lidarem-se com isso e decidem de uma hora para outra simplesmente estragarem suas vidas. Todas essas procuras são os desejos de preencherem seus vazios.
Essas diferenças entre drogas lícitas ou ilícitas não fazem diferença, pois de qualquer forma fazem mal, e apesar de deles saberem disso, preferem pensar que para eles não tem solução. É a partir do tempo que vêem que fizeram uma grande besteira e aí o preconceito das pessoas, o abandono dos amigos, a incompreensão por parte da família, o egoísmo das outras pessoas da sociedade em não quererem ajudar a mesma, já que é "Um problema seu!", invadem esta e ela simplesmente não possuí forças para sair de tal situação!
Essa situação não é somente um problema desta pessoa em questão, mas sim de toda sociedade que não investem em seus jovens, que não lhe dá oportunidades. Todo mundo arca com a responsabilidade, o tráfico gera milhões em todo o mundo, e a maioria das pessoas envolvidas neste mal, são jovens que: são mortos além de serem expostos na violência.
As oportunidades a estes e o acolhimento deles poderiam reduzir muito, mas ao invés disto, a comunidade entende como se eles fossem monstros e o preconceito fazem eles afastarem ao máximo e afundar cada vez mais. Após o vício a droga tornasse uma doença e é necessária força de vontade sendo primordial, ajuda principalmente da família ao lado dele, que lhe dê forças e esteja ao seu lado motivando-o a sair desta doença que está invadindo todo o mundo!

Renata Fricks dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".