11 setembro 2012

Dependência ou morte!


  No dia 07 de setembro de 1822, chegou ao fim a dependência que o Brasil viva quanto à Portugal. Esse ato mudou drasticamente o modo de vida brasileiro, com o decorrer dos anos. E hoje em dia, é apenas mais um feriado no calendário.
Esse marco com certeza é algo grandioso! Quero dizer, deixamos de ser apenas colônia. Finalmente, o nosso país era mais do que um grande poço de matéria prima. 
  Não tenho nada contra o o que aconteceu há muito tempo atrás. Isso só não pode acontecer com as nossas vidas. O que eu quero dizer é que não podemos nos tornar independentes de Deus. Diferente de Portugal na época da colonização, Deus não quer nos forçar a nada. Ele quer que apenas confiemos Nele e acreditemos no Seu poder. Ele pode fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Mas Ele só permite conhecer os segredos do Seu coração a quem o busca de verdade. 
  Quando Jesus morreu na cruz por nós (João 3.16), Ele afirmou que Ele é tudo o que precisamos. Nada mais importa nessa vida. Entretanto, alguns consideram um "aprisionamento", entregar a sua vida a Alguém que jamais viram. Posso afirmar que ignorar tamanho amor é morte na certa. Soltar das mãos de Jesus e desejar por conhecer algo passageiro é pura mancada. Por que querer se "soltar" da Rocha? 
  Tentar desatar o nó que te mantém firme no Senhor, querer independência do Grande Criador significa o contrário de felicidade. Em vez de se tornar "livre, leve e solto", você se torna "preso, pesado e amarrado."


"Assim como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus" (Salmos 42.1)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".