23 dezembro 2012

O perigo de roer as unhas

Roer unhas... muitas pessoas cometem ou já cometeram este erro, mas pesquisadores comprovaram que este hábito faz muito mal à saúde,

O prejudicial está no fato da remoção da cutícula, pele que protege contra contra agentes externos, que ao ser removida no ato, deixa o indíviduo mais suscetível à ação de vírus e bactérias.


A mania de roer unhas também é prejudicial, pois está relacionada à ansiedade, ao estresse e à frustração. Onicofagia é o nome dado ao vício de roer as unhas ou a pele que fica em volta dela.

Roer a pele que fica ao redor das unhas causa um trauma que permite a entrada de bactérias no local, causando infecções e inflamações. O hábito é ainda mais prejudicial para quem tem problemas circulatórios e imunológicos, pois a infecção pode invadir a corrente sanguínea e complicar ainda mais.

Agora, para aquelas que pessoas que além de roer, também engolem as unhas, o quadro é ainda pior, resultando em graves problemas gastrointestinais, como esofagite infecciosa, gastrite, enterocolite por infecção por microorganismos, verminoses e até apendicite.

Roer unhas também prejudica a musculatura do maxilar e a articulação temporomandibular, causa fraturas nos dentes, gengivite e problemas na mordida.

As doenças mais frequentes em quem tem o vício de roer unhas são: infecções na garganta, inflamação da pele ao redor da unha e problemas gastrointestinais diversos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".