05 janeiro 2012

Blá, blá, blá...




Vi um filme hoje. E tem uma hora que o professor do personagem diz: "O que você tem a dizer, diga." E aí eu fiquei pensando o que aconteceria se todos do universo, ou seja, 7 bilhões de pessoas, dissessem o que pensam! Pense na loucura que isso seria!! Então concluí que a fala do professor é certa, em alguns pontos.
Você não pode simplesmente colocar a boca no alto-falante e sair pela rua dizendo o que pensa. A sinceridade não é mesma coisa que grosseria. Por outro lado, tem certas coisas que precisam ser ditas. Como por exemplo, um bom-dia a seus pais, um eu-te-amo às pessoas de sua família e amigos. Desabafar com alguém é também dizer o que você pensa.
"O que você tem a dizer, diga". Tem um livro na Bíblia que diz que "Mas nenhum homem pode domar a língua." (Tiago 3:8) Bom, se não podemos controlar a nossa língua, o que faremos? Quer dizer, as palavras que soltamos não podem voltar para onde saíram. Se foi dito, já era.
É aí que o rei Davi, aquele que venceu o gigante Golias, na Bíblia, pede a Deus que as palavras da boca dele, sempre agradem a Deus.
A língua é um membro bem pequeno, mas ela pode trazer grandes estragos. Então cuidado! O que tiver que ser dito, pense antes três vezes e se ainda achar que vale a pena dizer, diga. As palavras podem nos motivar a várias coisas. Que as palavras de sua boca sejam sempre para fazer o outro bem.


"Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, SENHOR, Rocha minha e Redentor meu!" Salmos 19:14






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".