13 outubro 2011

Bem me quer, mal me quer...


Ah, o amor!
Que belo esse sentimento. Que alegria ele nos traz. Poder perceber no rosto de alguém a alegria de ser amado e especial.
Vai dizer que nunca sentiu borboletas no estômago? Ou que nunca se arrumou para alguém? Dá até vontade de dançar, não é mesmo? (Não precisamos ressaltar que são as dancinhas mais estranhas do universo).
Mas um sentimento como esse tem que ser bem sentido. Ok, vou me explicar melhor...Para sentir o AMOR, tem que saber amar. Para sentir o amor tem que saber se amar. É. Antes de amar alguém, você tem que se olhar no espelho e dizer: “eu sou linda”. Pois você é.

Nenhum cara por mais príncipe que seja, vai saber te amar, se antes você não souber se amar. Simples, não? Não tem nada de complicado.

Você precisa se apaixonar por você mesma. Precisa ter um caso de amor com quem você é. Não estou falando para você cultivar dentro de você uma sementinha de egocentrismo ou coisa parecida. O que eu quero dizer é: ou você se ama ou ninguém vai te amar.
Tem um versículo na Bíblia que diz: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Mateus 22:39)

Só se amando, você vai amar alguém. Só se amando, alguém vai te amar.
Aí sim o sentimento “amor” vai fazer mais sentido, vai ser menos doloroso, menos complicado. Porque aí você vai tratar aos outros da mesma maneira que você se trata. E amar a você mesma não é difícil, pergunta ao Criador como faz, pois Ele te ama incondicionalmente e nada do que você fizer diminuirá isso.

Mais uma coisinha, se você ainda não tem esse sentimento por alguém, não se desespere, na hora certa Deus vai despertar e aí, bom... Você vai viver feliz para sempre, com você mesma e com "a sandália para o seu pé cansado".





Rebeca Andrade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".