28 novembro 2012

Meus pequenos tesouros

Olho para o meu quarto, para tudo o que me pertence, me revela, me traduz. Fico a pensar se tudo isso será visto por você como uma forma de me descobrir. Se sentirá vontade de sentar em minha cama e revirar montanhas de papéis, lembranças do meu passado. Se vai sorrir quando olhar minhas fotografias, uma hora com cabelos castanhos, outra amarelos, e ainda outras com cabelos pretos. Se vai achar graça nos versinhos idiotas que escrevi em meu diário, ou dos rascunhos inusitados de minhas histórias.
Será que olhando em meu mural de fotos vai notar minhas preferências? Será que esquadrinhando o quarto vai descobrir o jeito doido como misturo as cores?
Será que tudo isso vai ter alguma importância pra você?

São tantas perguntas ainda sem resposta... Mas tudo bem. Pode usar o tempo que for preciso. Sei que Deus está cuidando de você com muito carinho (Ele é mestre nessas coisas).

Enquanto você não chega, vou colecionar tesouros, daqueles... daqueles bem pequenos, aí, quando o grande dia chegar e eu te conhecer, você terá uma porção de coisinhas para ver.

(escrito por mim dia 11/05/12)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".