03 maio 2012

Resenha "Caminhando nas Chamas". Um livro inesquecível!





Editora: Candeia
Autor: STEPHANIE GRACE WHITSON

ISBN: 8573520078
Origem: Nacional
Ano: 1996
Edição: 1
Número de páginas: 312



Uma jovem pioneira, um forte índio lakota e uma terra onde os dois precisam começar um legado

          O índio bateu no peito com a mão fechada e repetiu: — Conhecer Deus aqui. — Abrindo a mão, tocou a têmpora: — Precisar Deus aqui. Missionário fala esse livro ensinar Deus, Você ensinar.
Capturada por um sioux lakota, numa campina do Nebraska, Jesse King se perguntava como iria adaptar-se à vida entre os índios: Mas como ela ora por uma fé sustentadora, descobre a misericórdia compassiva de Deus em sua amizade com uma índia e em seu amor pelo valente sioux, Cavalga o Vento.
Encontrando uma paz inesperada e um senso de pertencer à tribo, Jesse aprende que os sioux lakotas têm uma linda cultura. E ao aprender a amar essa cultura, torna-se para sempre dividida entre dois mundos.
Este livro é uma narrativa extraordinária de uma pioneira que ama, sofre e triunfa em sua fé. Caminhando nas Chamas leva você de um carroção na campina a uma tenda, de um forte na fronteira a uma nova capital do estado em crescimento.
Primeiro de uma série, Caminhando nas Chamas é uma linda e sensível história de amor, bem como uma aventura emocionante.

             
          Jesse perdeu o filho, perdeu o marido e então foi para no meio das lakotas.
Tudo parecia horrível de mais para ela.
No entanto permanecia confiante em Deus.
E isso resultou numa vida que jamais iria esquecer, mesmo em meio aos conflitos e ao aprendizado de uma nova cultura e uma nova língua.
Foi a primeira fez que ela viveu um grande amor, um homem apaixonado e que a tratava com muito cuidado, diferente do seu já falecido marido.
Isso já era maravilhoso, no entanto o que foi mais impactante é o livro que ele havia entregado a ela, a Bíblia. Pedia inúmeras vezes para ela ler e assim encontrou Deus em sua vida.

                                                        
                                                         “Então, pondo a Bíblia do lado, pegou as mãos dela nas suas e, sem 
                                                          tirar os olhos dela nenhuma vez, falou:
                                                          Onde Caminhando nas Chamas for, eu irei. Onde Caminhando nas   
                                                          Chamas pousar, ali pousarei. O povo dela será meu povo. O Deus  
                                                          dela será meu Deus.
                                                          Olhando para cima, ele disse:
                                                          — Deus criador de todas as coisas, agradeço por mandar 
                                                          Caminhando nas Chamas. Eu a tomo como minha esposa. Peço que 
                                                          o Senhor se agrade. O Senhor fez todas as coisas. Fez o coração 
                                                          dela cantar por mim. Fez meu coração responder. Deu o Seu Filho 
                                                          para morrer por nós. Não temos mi-nis-tro, mas o Senhor conhece. 
                                                          Somos lakota. Somos marido e mulher. Somos do Senhor".

         
   Não julgue pela capa do livro, pois o que tem dentro é de grande valor.

          É um livro que vale a pena ler. Tenho certeza de que ninguém irá se arrepender. Quando terminei de lê-lo fiquei durante alguns dias pensativa. Como aquela mulher era forte. Passou por provações que nem imaginamos, mas sempre tinha no coração uma oração.
“Confio em Ti”. Mesmo em meio aos seus medo, sabia que Deus estava no controle e confiava de todo o coração.

Detalhe: Aprendi muito sobre a cultura desses índios e fiquei admirada e até com uma certa vontade de viver um pouco como eles. Eles nos ensinam muito sobre a pureza das coisas.

Sobre a autora

Stephanie Whitson nasceu em East St. Louis, em Illinois, e bacharelou-se em francês pela Universidade Southern Illinois, em Edwardsville. Uma dona de casa de tempo integral, é casada há vinte anos com RTW, que compartilha com Cavalga o Vento (Rides the Wind) as mesmas iniciais. Eles dão aulas em casa a seus quatro filhos e operam em casa uma companhia de presentes para casas, chamada Trabalhos do Campo. Stephanie é uma operante costureira de colchas de retalho e, com uma amiga, desenha peças para colchas pela companhia que possuem, a Mulberry Lane para o comércio nacional.
Nos últimos cinco anos, os Whitsons têm vivido em dez acres e meio, isolados no interior do Nebraska. A história de Jesse King foi inspirada na vida de pioneiros enterrados num cemitério abandonado, ao lado da propriedade dos Whitsons.

4 comentários:

  1. Esse livro é simplesmente maravilhosoo!!! é uma série neh!?
    o próximo é Águia que voa alto, e o último é Pássaro vermelho(esse eu ñ consegui ler... ñ acho)
    B-jinhùu *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhoso mesmo!!! Estava doida atrás do próximo, mas não achei em português... Você sabe aonde tem?

      Bjos

      Excluir
    2. Eu ja lii.. muito lindo mesmo.. . a continuação tbm é muito linda!

      Excluir
    3. Eu já li os três. São excelentes. Não se acha mais para vender os livros: a primeira edição esgotou e não reimprimiram. Se a pessoa tiver sorte, consegue em sebos (mas só com mta sorte: quem vai querer se desfazer de livros tão bons?).

      Excluir

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".