27 abril 2012

Especial Walt Disney: Cinderela (Cinderella - EUA 1950)



Este é talvez o conto de fadas mais famoso do mundo. Criada pelo francês Charles Perrault, a história de Cinderela se tornou um clássico da literatura mundial.
Na versão da Disney, a história segue da seguinte maneira: O pai de Cinderela era um homem muito rico, porém, pouco tempo depois da menina nascer, sua mãe morreu. Seu pai dava a Cinderela todos os luxos e carinho que podia, mas achando que sua filha precisava de uma mãe para ter uma criação melhor, se casou novamente com uma mulher viúva, e com duas filhas da idade de Cinderela. Dentro de pouco tempo, o pai de Cinderela morreu e a madrasta gastou toda a fortuna de seu falecido marido. Passou também a tratar a jovem como uma criada, e suas filhas a apelidaram de gata borralheira. A vida de Cinderela tornou-se um inferno a partir daí, mas a moça não reclamava nunca...


O filme é muito bonito, com belas canções e um belo desenho, e mesmo sabendo o desfecho da história você fica em algumas cenas aflito para que Cinderela consiga alcançar seu objetivo. Realmente é um belo trabalho da Disney.

No livro, ou seja, na versão original de Charles Perrault, o pai de Cinderela não morreu como no filme, ele apenas ficou “cego”, porque era governado por sua segunda esposa, a madrasta malvada de Cinderela. Outra diferença está no tratamento das irmãs de Cinderela, a mais velha era a única que ainda a tratava mais ou menos como ser humano, e ao menos a chamava pelo nome, e não de gata borralheira como os outros. 


Outra diferença está na hora de ir ao baile. Enquanto Cinderela no filme é amiga dos ratinhos e dos passarinhos (de todos os animais na verdade), no livro a Fada Madrinha simplesmente pega os ratos que passavam por lá e os transformou em cavalos, depois mandou Cinderela procurar outro rato para ser o cocheiro da carruagem (que por sinal foi uma abóbora que a fada a mandou colher no jardim). Depois mandou Cinderela pegar seis lagartos e os transformou em lacaios (a carruagem brilhava como ouro, e os lacaios e o cocheiro estavam vestidos com peças equipadas com linhas de prata e de ouro), também existe diferença nas roupas. No livro se tornam roupas de prata e de ouro puros, e o baile acontece duas vezes.




A relação de Cinderela com suas irmãs é um pouco diferente, Cinderela ainda consegue se impor um pouco mais. No desfecho do livro, Cinderela também se casa com o príncipe e se torna rainha, perdoa suas irmãs e as leva pra morar no castelo real.
O filme de qualquer forma é de um trabalho esplêndido e uma excelente escolha pros românticos e amantes de filmes de animação. 



Um comentário:

Faça a gente ficar feliz, deixe seu recado (:

Obs: Se tiver problemas para postar recados, clique em "visualizar" depois de escrever sua mensagem, e então clique em "postar".